terça-feira, 25 de novembro de 2014

Desabafos 2# Ser negro...

O que é ser negro?
Ser negro é ver os meus direitos negados pela cor da minha pele? É ver os meus irmãos morrerem nas mãos deste sistema imundo? É ver as nossas oportunidades negadas? É enquadrar nos padrões europeus e ver a minha identidade esquecida? É esquecer as minhas origens e a minha história?  
Ser negro é ter um tom de pele diferente apenas. Somos todos iguais, somos todos humanos! Infelizmente fazem questão de ressaltar SEMPRE esta pequena diferença.
A diferença sempre foi mal vista, desde os tempos mais remotos da História mas o que é que ser negro tem de mal? A cor da minha pele é assim tão relevante? 
Ser negro nunca foi e nem será fácil. Tentamos em vão acreditar que as coisas mudaram e que a escravatura acabou... A escravatura pode ter acabado mas o sistema ainda é o mesmo, com nomes mais elegantes, mais subtis e com outras caras onde muitos dos nosso irmãos estão presentes... Esses pobres coitados que vivem iludidos que o "nosso" mundo é igualitário!
Quantos nomes serão preciso estar escritos nas estrelas para ser provar que é a morte é errada? Quantos oceanos de lágrimas serão precisos para se provar que é a morte é errada? Quantos vendavais carregados de palavras de dor e de sofrimento serão precisos para se provar que a morte é errada?
Mike Brown é um deles! Dói saber que há quem mate sem dó nem piedade por uma questão de raça... Porquê? Não é um ser humano? Não é filho de alguém? Não é irmão de alguém? Não é pai ou mãe de alguém? Não é amigo de alguém?
Prisão para quem comete esses actos é pouco! Ninguém deve tirar a vida de ninguém mas... neste caso só mesmo uma morte para "apagar" outra morte, para se perceba que se eles sofrem nós também sofremos, se eles choram nós também choramos.
Se começarmos uma revolução e por cada irmão morto matarmos também, seremos os "monstros" mas quando são os outros, é "justiça"... Que mundo é este em que vivemos, dito tão evoluído. Evoluído onde?!
BASTA! Já chega, é hora de mudar, é preciso agir, consciencializar as mentes.

No final do dia sou apenas humana... Revoltada por não querer ser julgada pela cor da minha pele.




I.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Be Natural! Be Free! 2#

E não é que faz um ano que sou natural? Não sei o dia ao certo mas sei que foi na última semana de Novembro de 2013.
Confesso, não pensei que conseguisse. Tive momentos altos e tive momentos baixos em que não sabia o que fazer com o cabelo, lidar com as diferentes texturas é complicado mas nunca pensei em desistir! E cá estou eu, adorando a cada dia o meu cabelo, a minha juba como carinhosamente defino.
O BC não aconteceu porque nunca tive coragem mas durante este processo vou cortando as pontas e pronto para já não está mau de todo. Um dia que sabe, bate-me a loucura e faço.
Clap clap for me, 1 ano =D.

Hairografy:

Maio


Junho

Julho

Agosto

Box Braids Style



Setembro

Outubro


Novembro



I.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Vícios 33#

Bem... Descobri esta música por acaso e A-D-O-R-O! A menina tem uma voz do caraças e o cd não é mau de todo.




I.