domingo, 29 de setembro de 2013

Poesia?!

No outro dia estive a organizar as minhas estantes e tenho tantos livros novinhos em folha, prontos para serem lidos! Comprar quase compulsivamente livros dá nisto... 
Nas arrumações, encontrei numa caixa uma colecção de livros bolso de autores portugueses - ofereceram-me há uns meses e nem toquei - e decidi ler. Comecei por Florbela Espanca, apesar de já ter ouvido falar no seu trabalho nunca tinha lido nada, poesia não é muito a minha "praia" mas identifiquei-me em muitos poemas. 
Agora estou curiosa  e quero ler mais, cheira-me que vou ler mais poesia...


"Deixa-me ser tua amiga, Amor;
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor,
A mais triste de todas as mulheres."

"Outono vem em doces suavidades...
E a acender fogueiras apagadas
Andam almas no céu, ajoelhadas...
E a terra reza a prece das Trindades." 


I. 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Bye Bye Summer... Hi Autumn!

Hi strangers! 
Já vos disse que gosto filmes franceses? Não sou aficionada, nem tenho muitos conhecimentos na coisa mas volta e meia leio num sítio qualquer sobre um ou outro filme e na tv vão aparecendo alguns. Devo ver uns cinco filmes franceses por ano, gostava de ver esse número aumentar mas a falta de pesquisa da minha parte limita um bocadinho, contudo tentarei mudar.
Não são aquelas produções hollywoodescas (esta palavra acabei de a inventar, não sei se não existirá) é tudo muito simples e com qualidade. As comédias não são muitos forçadas, as piadas fluem naturalmente tal como os dramas, são intensos sem grandes exageros. 
Como hoje foi o meu dia de vegetar em frente da tv, vi um filme já um pouco antigo mas muito engraçado.
"Escola para todos", é uma espécie de drama/comédia. 


Há umas semanas atrás, vi os "Amigos Improváveis" - é de 2011, muito bom filme. Não chorava ao ver um filme já algum tempo e este damn it! Fez-me logo lembrar "The Bucket List", por serem muito semelhantes.



I.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Vícios 22#

Adoro a Adele desde o início! Desde que ouvi a voz dela pela primeira vez.
A primeira música que me apaixonei foi o "Chasing Paviments" até ouvir "Hometown Glory". Faz-me sentir coisas que não consigo explicar, expressar, escrever, fico sempre estranha cada vez que oiço seja em que lugar for, de uma maneira neutra é que nem alegre nem triste. 





I.