quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Vícios 9#

O meu Mundo ficou mais animado depois de descobrir isto!





I.

Acreditar ou não acreditar? Eis a questão!

Hi strangers! Um dos meus melhores amigos decidiu enveredar pelos caminhos do esoterismo e agora faz consultas/leituras de Tarot. Eu como sou uma grande amiga decidi experimentar - numa de curiosa - porque sou muito céptica em relação a essas coisas, nunca acreditei e depois desta experiência fiquei igual.
Sinceramente esperava estar mais nervosa, visto que, nunca tinha feito estas coisas e tinha um pouco de receio do resultado mas até foi canja. Fiz as perguntas básicas (para mim!) perguntei se os dramas familiares iriam melhorar, o que o amor me reservava e se a História/Museologia eram o caminho certo para mim; as respostas até foram bastante positivas - mais do que eu estava a espera até, as cartas acertaram em muitos pontos da minha vida, fizeram-me rir um bocado contudo no final se passei a acreditar? Não me parece, continuo tão céptica quanto antes, se as coisas acontecerem aconteceram se não nem me vou importar.
No geral foi uma tarde bem passada, divertida e fiquei uns € mais pobre ah ah ah mas faz parte (digo isto de propósito porque sei que vais ler M. ).
Se estiverem interessados e quiserem uma experiência por estes caminhos, cliquem aqui ;), se forem tão mente aberta quanto eu irão divertir-se um bocado.
Lamento imenso que as pessoas só se lembrem de ajudar na época Natalícia, pois quem precisa tem necessidades diariamente e não só uma vez por ano! Eu tento ir ajudando, durante todo o ano porque faz a diferença mesmo que seja pequena.
Tenho saudades dos cartazes e vídeos de Natal da Coca-cola! São aquelas recordações que tenho desde pequena e infelizmente já não passam na TV ou então eu é que não os vejo. Deixavam-me feliz, faziam-me sonhar pois o Mundo era perfeito aos meus olhos e as crianças de hoje precisam de sonhar pois este mundo não é de todo feliz, se por 2/3 minutos pudessem esquecê-lo faria toda a diferença =D.
O meu Natal será com a família, de pijama - adoro passar o Natal de pijama, daqueles mesmo pirosos - com comidinha, doces e uma boa dose de risadas.
Antes de mais quero desejar um Feliz Natal a todos, com muitos doces, prendas, familiares/amigos e essas tretas todas. 





I.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Tumblr, how could you?

 Está uma pessoa a fazer tempo e tal, pensa assim vou um pouco ao Tumblr para me distrair. E o que é que acontece? Isto: 


Isn't he lovely?









Eu bem tento evitar mas não dá! Acompanhar o envelhecimento deste senhor é qualquer coisa, quanto mais velho melhor *.*... Se algum dia alguém chegar ao pé de mim e disser que o Brandon Boyd é feio ou something like that, a terceira guerra mundial estará decretada.


Bisous bisous 

I. 




sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Vícios 8#







I.

Please don't stop the rain!

Chove (MUITO!) lá fora e como tal cancelei todos os meus planos para a tarde, o meu dia será assim:



Cházinho de cidreira com mel, um bom livro e a minha manta quentinha! Hoje vou ser muito feliz.




Bisous bisous

I.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Lado Esquerdo

Hoje comprei mais um livro da Taschen, o do Cézanne. Já mencionei que não tenho espaço milhões de vezes neste blog mas foi mais forte do que eu -  livro chamou-me e não deu para resistir. Adquiri a obra num alfarrabista da faculdade e o senhor foi a coisa mais simpática que existe! Tivemos uma pequena conversa   sobre Arte/Pintura Africana e Impressionismo, o senhor disse que percebia-se bem que eu gostava de arte, perguntou-me se pintava -como é óbvio disse que não - e disse-me que era uma pena porque uma pessoa com tanta paixão devia pintar, insisti que apenas apreciava pois era o melhor porque não tinha jeito nenhum e blá blá blá, foi então que ouvi as palavras mais bonitas de sempre, "a arte vem do coração e que devia apenas fechar os olhos, imaginar, pintar e sentir podia não ser o esperado mas seria a minha arte", fiquei sem palavras e para finalizar disse que nunca mas nunca devia descartar a hipótese de pintar e esboçou o sorriso mais sincero do mundo. 
Nunca na P*TA da vida, as minhas professoras de Educação Visual e/ou Tecnológica disseram-me isto... Fizeram-me sempre sentir a pior pessoa do mundo porque não tinha jeito para a maioria dos trabalhos, uma canhota a usar uma tesoura para dextros é a coisa mais linda! E usar um compasso, réguas e afins? (Na altura não sabia que existiam tesouras para canhotos --') Eu funciono ao contrário, tenho que posicionar os objectos de forma oposta ou torta para o meu cérebro assimilar, se não esquece fica tudo bloqueado... Tudo o que precisava eram palavras de incentivo e este senhor fez-me sentir uma grande pintora, senti-me como o Monet, Picasso, Amadeus de Souza-Cardoso e nunca tive tanta vontade de pintar na vida!!!! Um dia destes quando realmente sentir, seguirei a sugestão e pintarei (não se preocupem que ponho aqui a imagem) como vai ficar não sei mas estou curiosa :).
O senhor alfarrabista fez-me ganhar o dia e deixou-me feliz de uma maneira inexplicável, podia parecer aquela conversa de vendedor mas não era, houve uma ligação e vou recordar-me sempre destas palavras.
Eu ADORO Arte e é com Arte que quero trabalhar... Sempre soube e agora tenho mais vontade ainda, aqui ou na China porque é o que me faz feliz! Senti o meu sorriso enquanto desfolhava e saboreava cada página,  é uma alegria que vêm de dentro, que nos aquece e que não se explica <3.
O melhor do dia foi arrumar o livro, pensava eu que aquele espacinho minúsculo vazia na estante dava perfeitamente para o livro - ERRADO, nem uma revista cabia - lá fiz um esforço, o livro ficou na estante os restantes saltaram e tentaram o suicídio  graças a Deus, a Alá, todos os santos e deuses do mundo que nenhum caiu no meu pé se não a esta hora estava a chorar de dores e o que veio piorar a falta de espaço??? A abertura da Livraria Taschen no Chiado, morri de alegria e preocupação porque tenho que arranjar umas caixinhas para pôr os novos livros ;) e claro, visitar a loja o mais rápido possível  - o que não têm remédio, remediado está  (aplica-se tão bem).
Só ao reler estes parágrafos é que me apercebi que tive alguns problemas em ser canhota, nunca tinha pensado a fundo no assunto até agora... Ser diferente é complicado porque somos incompreendidos, porque temos que a bem ou mal ser iguais aos outros. Nunca me aconteceu obrigarem-me a ser dextra, nasci numa época mais avançada mas ainda assim há quem não compreenda que trabalhamos de maneira diferente pelo menos eu sou assim. Só descobriram que eu era canhota quando entrei para o infantário, até então usava as duas mãos para tudo! Lá em casa bem tentava que fosse dextra sem sucesso, o facto de me "forçarem" a ser dextra atrofiou-me um bocado pois eu não sei distinguir a esquerda da direita. Perco imenso tempo a tentar chegar lá, tenho um péssimo sentido de orientação por causa disso; eu escrevia como os árabes escrevem da direita para a esquerda, demorou muito a assimilar tive que ter  acompanhamento para isso; o meu cérebro tem que descobrir a maneira certa de pegar o objecto se não nada feito, porque se não descobrir não funciona e pressionar é pior... Enfim, só eu LOL
Neste processo todo a minha mãe sempre teve paciência comigo, dizia-me assim "olha tens que virar a direita, do lado mão que não escreves" não ralhava comigo por pegar na caneta de forma esquisita ou escrever toda torta como faziam na escola, não fui marginalizada de todo mas o facto das minhas professoras primárias - só tive mulheres - não terem o cuidado de se lembrar que eu tinha que fazer assim e não de outra maneira, hoje deixa-me um bocado triste pois sempre esforcei-me para não fazer como me é natural, talvez se quisesse mais atenção deveria ter ido para um ensino especial... Seria mesmo necessário? Penso que não, não morri e cá estou.
Sou daquelas canhota que faz tudo com a esquerda, tenho muito orgulho naquilo que sou! Diferente, com atrofios e meio louca <3


"O meu lado esquerdo
é mais forte do que o outro
é o lado da intuição
É o lado onde mora o coração

O meu lado esquerdo
Oriente do meu instinto
É o lado que me guia no escuro
É o lado com que eu choro e com que eu sinto

O meu lado esquerdo não sabe o que é a razão
É ele que me faz sonhar
É ele que tantas vezes diz não"

Esta música dos Clã, é-me especial e diz tudo!



I.








Vícios 7#

Gosto e não é pouco...





I.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Pin-Ups!

ADORO PIN-UPS E COISAS VINTAGE. E tenho dito.



classic pin-up, cartoonist Bill Ward



=)

...


"Nada na vida deve ser temido, somente compreendido. Agora é hora de compreender mais para temer menos."




I.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Vícios 5#

Eu não gosto de Katty Perry mas esta música cantada por este senhor (Blaine/Darren Chris) deixa-me louca...!





I.


Segurança Nacional!

Tenho que partilhar com o mundo. Estou viciada em Homeland. É uma série passa na Fox, é sobre o terrorismo nos EUA, Médio Oriente, espiões, CIA e blá blá blá... É tão boa que é impossível não gostar!




I.

domingo, 21 de outubro de 2012

Livros + Filmes = Romantismo?!

Eu não sou a pessoa mais romântica (já aqui referi), ou melhor, sou uma romântica old school acho que já há pequenos gestos que devem ser apreciados e as pequenas palavras proferidas devem ser sentidas porque palavras em vão o vento leva...  Enfim, como tal hoje em dia acho tudo piroso porque parece tudo mecânico e nada espontâneo - se bem que existem excepções - mas ainda assim desconfio contudo no que toca a livros e filmes mostro que há coisas que tocam o meu  coraçãozito gelo, por mais insensível/fria que seja! 
Tenho dois belos exemplos, Pride&Prejudice da Jane Austen e o The Young Victoria. No caso de Pride&Prejudice é um dos meus livros preferidos - já tinha dito num post anterior-  e filme também. Que romance mais inesperado, nunca pensei gostar tanto de uma personagem como eu gosto do Mr. Darcy ! Como o amor pode transformar uma pessoa prepotente e altiva no oposto, posso ficar a madrugada toda a descrever como gosto do livro, da personagem e do filme, mais que perfeitos!! Deixo-vos aqui a minha cena preferida, e a citação... Oh my bloody lord! (Suspiros muitos suspiros) *.*



"Mr. Darcy: Miss Elizabeth. I have struggled in vain and I can bear it no longer. These past months have been a torment. I came to Rosings with the single object of seeing you. I had to see you. I have fought against my better judgment, my family's expectation, the inferiority of your birth by rank, so I can start all these things, and I'm willing to put them aside and ask you to end my agony.
Elizabeth: I don't understand.
Mr. Darcy: I love you. Most ardently. Please do me the honor of accepting my hand."


Gostava TANTO de encontrar o filme Pride&Prejudice de mil novecentos e quarenta e poucos somewhere e nada, confesso que não procurei muito. E porquê? Para escolher o melhor Mr. Darcy de sempre porque o  Matthew Macfadyen e o Collin Firth estão numa competição renhida!
The Young Victoria, é daqueles filmes que eu não esperava grande coisa mas como é com uma das minhas actrizes preferidas Emily Blunt e sobre a minha rainha preferida - Rainha Victoria de Inglaterra - fiquei curiosa e rendi-me! Que filme mais agradável e bonito, não há palavras. 


"Queen Victoria: [sobbing] I'm so sorry! I thought I was going to lose you! 
Prince Albert: I don't think he was a very good shot. 
Queen Victoria: Why did you do it? So stupid, why did you do it? 
Prince Albert: I had two very good reasons. First, I am replaceable and you are not. 
Queen Victoria: You are not replaceable to me! 
Prince Albert: Second, you're the only wife I've got or ever will have. You are my whole existence, and I will love you until my very last breath."

Ah! Esquecia-me da minha comédia romântica preferida vejo sempre quando quero deprimir e acabo com as lágrimas nos olhos... The Weeding Date, não há explicação possível. Gosto e pronto! 
Já vi estes filmes mil e quinhetas vezes - volto a ver quantas vezes forem precisas- sei falas de côr, SOU MESMO VICIADA no final ou choro ou fico com as lágrimas nos olhos (é difícil ficar assim com filmes, confesso - não, não chorei no Titanic) mas estes são especiais vão directamente para o meu coração :).
Gostava de ter na minha vida um Mr. Darcy ou/e um príncipe Albert, dizer estas palavras mas muito mais importante senti-las, sim eu sou este tipo de romântica não sonho com isto todos os dias, a minha felicidade não depende disto, mas algum dia acontecerá? Não sei, gostava de viver uma história de amor assim nem que fosse por um dia... Sonhos!


I.

domingo, 29 de julho de 2012

Vícios 1#

Decidi criar uma rubrica no meu blog que se chamará vícios, ou seja, serão as músicas/cantores que ando viciada no momento.
Bem, o meu novo vício é o Philip Phillips, vencendor da season 11 do American Idol. Apaixonei-me logo por ele assim que o ouvi, que voz! É tão a minha cara...

Aqui fica o vídeo:

 


 I.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Livros, livros, livros e mais livros

Howdy! Primeiro, as imagens do lado esquerdo a dos livros que ando a ler deviam ser alteradas (my bad) porque esses livros já foram há muito - O Robinson Crusoe está em stand by- mas ando cá uma preguiça, prometo que vou tentar. Já que comecei a falar sobre livros (um dos meus temas preferidos!) vou alongar-me mais um bocadinho =).
Há uns meses atrás comprei um livro do Sepúlveda por dois euros  e achei a coisa mais interessante e não é que passei a gostar de História Contemporânea? Mais precisamente sobre a História Contemporânea do Chile, vou procurar bibliografia para aprofundar o tema.
No outro dia comprei mais um livro da Jane Austen, a "Abadia de Northanger"(simplesmente não consigo resistir a esta senhora). Não é que não fui muito com a cara do livro? Bem não é mau de todo, só que é Austen a minha escritora preferida e espero que tudo o que ela tenha escrito sejam obras de arte mas não são! Este é diferente de todos os que já li, o narrador tem piada mas esperava um pouco mais mas se pode ter tudo.
Para além do livro da Jane, comprei "Amores de Perdição" de Camilo Castelo Branco só mesmo porque estava a um euro e porque pensei que ficava bem na minha biblioteca. Comecei a ler o livro e ADOREI! Sei que é um clássico da literatura portuguesa porém nunca dei nada por ele, nunca tive curiosidade. Adorei a forma como está escrita, a ironia, a crítica,enfim! Mais um autor para devorar como gente grande. Sinto-me tão parva por ter ignorado esta maravilha e este senhor da minha vida, mais vale tarde que nunca =D.
A Fnac está a fazer uma promoção da Taschen, não resisti e levei o do Picasso porque era o único que me interessava, infelizmente. 
Sempre ouvi falar de Picasso contudo quando estudei-o no secundário passei a gostar dele quando vi "Pain et compotier aux fruits sur une table" e apenas conhecia os quadros mais famosos, "Guernica" e "Les Demoiselles d'Avignon" e pouco mais. 
Nunca o investiguei como faço com outros pintores mas ainda bem... QUE SURPRESA! Que pintor, não sei se existirá um artista tão completo como ele. Passou por diversos movimentos desde o realismo, naturalismo, surrealismo, cubismo e ao mais bonito de todos o impressionismo. 
Descobri quadros lindíssimos, não paro de babar sempre que olho para o livro. O Pablo passou a ser um dos meus pintores preferidos de sempre e ocupa o pódio ao lado de Monet.
Eis aqui as belezas:




Deux Femmes Courant sur la Plage (o meu preferido)

 Pablo Picasso - Harlequin Seated in a Cafe

 Bust of a Woman with hat, 1962


  Flowers, 1901

   The Two Saltimbanques (Harlequin and His Companion), 1901  


 Pierrot et Danseuse, 1900

 Pain et compotier aux fruits sur une table



I.

terça-feira, 5 de junho de 2012

COISAS! Parte 2

Sábado fui ao Rock in Rio ver o Stevie Wonder e não sei o que dizer! Gostei imenso de todos os concertos que vi, a Joss Stone é uma das minhas cantoras preferidas e já tive o prazer de a ouvir, parece que está cada vez melhor. Ao Tio Bryan, old school rocks e por fim o avô Stevie... Eu cresci a ouvir as músicas deste senhor e foi tão apaixonante cantar com ele, foi tão mas TÃO extraordinário que não há adjectivos suficientes para classificar aquela preciosidade. Penso que faltou uma, duas ou três músicas que gosto imenso mas não se pode ter tudo e foi BOM demais, gostava tanto que voltasse. Fiquei toda partida e valeu mesmo a pena. Miss Stone, Tio Bryan e avô Stevie MUITO OBRIGADA POR TORNAREM O MEU DIA FORA DO NORMAL E MEMORÁVEL.
Depois de ver estes veteranos penso, como é que há cantores que conseguem cantar músicas da treta e acharem que são os melhores do mundo? É uma ofensa para estes génios, juro que fico mesmo chateada.



I.

terça-feira, 22 de maio de 2012

If not now, when?

Bem... estas últimas semanas foram complicadas! Um misto de sentimentos que não sei explicar,  não sei se é nostalgia, se é medo, se é receio, se é ansiedade ou sé tudo misturado e ainda mais.
Comecei a escrever as fitas de finalistas de alguns amigos e só aí é que a minha ficha caiu. Apercebi-me que estou tão perto de ser licenciada... Este ano termino a minha licenciatura em História, fiz o curso em quatro anos (sem arrependimentos nenhuns!) porque vivi todas as experiências de um estudante universitário.
O que posso dizer sobre estes quatro anos de licenciatura? Nem sei por onde começar... Fui com muita esperança e muitos sonhos, alguns desfizeram-se outros persistiram. O curso superou todas as minhas expectativas embora eu ache que poderia ser um bocadinho melhor mas não se pode ter tudo não é?
Entrei com ideias de seguir História Pré-Clássica, mais especificamente Egiptologia e Assiriologia e não é que acabei por gostar de História Moderna? Descobri que História Moderna faz-me feliz, a Diplomacia  e a Cultura Moderna são a minha cara, sou apaixonada por casamentos régios. Não dá para explicar quando é por amor, tem outro sabor.
Tantas pessoas passaram por mim neste percurso, umas ficaram outras partiram sem aviso prévio... Sofri algumas desilusões, nada que não superasse! Embora a minha relação com essas pessoas não seja igual, elas marcaram toda esta aventura e só me consigo lembrar delas com um grande sorriso. Algumas sei que me acompanharão por mais fases e projectos!
Fiz parte da tuna da minha faculdade, foi umas das melhores experiências de sempre. Passei a ver a música com outros olhos, aprendi a valorizar a música portuguesa como nunca pensei que fosse possível, aprendi a gostar de fado! Tocava percussão, escolhi porque pensei que seriam os instrumentos mais fáceis e cordas estavam fora de questão -eu atrofio-me toda com os dedos - se soubesse o que sei hoje, teria ficado pelos ferrinhos LOL a percussão é que dita o ritmo dos outros instrumentos (nós é que mandamos) e uma falha nossa compromete toda a actuação. Com bastante treino cheguei lá e a tocar tinha/tenho uma concentração e uma confiança que nunca pensei ter.
Nas tunas há "cantores" com vozes de cortar a respiração e os arranjos musicais que fazem? São actuações brilhantes. Aconselho vivamente a irem a um festival de tunas (se gostam de música portuguesa), há muitas boas tunas espalhadas pelo país e tive o privilegio de as ouvir cantar e privar com elas! Até a serenatas tive direito e uma delas foi uma a coisa mais romântica de sempre, tocarem para mim ao amanhecer... Jesus!!!
Se o meu traje falasse, choraria a rir como eu estou neste momento de todas as coisas malucas que fizemos juntos! A minha saia foi amaldiçoada e desde então rasga-se sempre que visto (não estou a brincar! é mesmo verdade), se a pessoa que a amaldiçoou não estivesse tão longe, rogava-lhe uma praga tão grande... porque cozer a saia sempre que a visto dá um trabalhão do catano.
Poderia descrever alguns dos momentos mais marcantes mas não consigo, vivi tudo com uma intensidade e com um gosto que me é característico e se já difícil escrever este post sem deixar cair umas lágrimas quanto mais descrevê-los... Ia parecer a Maria Madalena cá do sítio.
Esta aventura terminou aqui, e iniciarei outra... Mestrado, a minha questão é será que sou capaz? Penso seriamente que sim, com algum trabalho e dedicação chegarei lá! A partir dai o universo será o limite, porque o céu é para todos .
Obrigada a todos os que fizerem parte deste percurso, aos meus professores preferidos por ensinarem com  paixão, os que foram meus colegas e os que não foram,  os que me acompanharam nas sessões de estudo, as minhas companheiras de tuna, aos meus amigos e familiares por estares sempre presentes, os companheiros das festas e convívios, as funcionárias dos bares da faculdade por alimentarem a minha pessoa, aos funcionários de todas as bibliotecas a que fui pelo seu serviço de excelência, aos funcionários da Torre do Tombo por auxiliarem uma pessoa tão despistada como eu, se não mencionei todos não importa pois estão no meu coração... e obrigada a mim, porque cresci e aprendi imenso, por todas as vezes que pensei desistir o meu bom senso pôs-me de novo na estrada!
E se não for agora que me despeço desta grande mudança, quando é que será? É preciso deixar partir, embora esteja triste e deixe cair algumas lágrimas (lágrimas de alegria) amanhã já estarei melhor e recordarei tudo e todos com um sorriso nos lábios <3 A festa ainda agora começou...



I.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Happy B-Day "Coisas de uma desocupada..."

O meu blog está de parabéns! Faz um anito, quem diria... Nunca pensei que dura-se tanto, como já referi num dos primeiros post este é o meu segundo blog (o primeiro nem uma semana durou, não tinha paciência nenhuma para andar a escrever ou melhor, talvez fosse a altura certa). 
Quando decidi fazer este, estava um pouco reticente mas depois comecei achar piada a coisa e agora não passo sem ele!  Este blog é uma coisa pessoal, faço uma coisa que gosto - escrever :) - nunca o divulguei porque é uma coisa "minha" e não esperava ter seguidores... inicialmente tinha três amigos e do nada foram aparecendo seguidores, comecei a pensar há pessoas que gostam de ler as tretas que escrevo? Oh god... Quero desde já agradecer todos aqueles que perdem o seu tempo a ler as minhas coisinhas, significa muito para mim muitíssimo obrigada. Espero que este blog vos agrade sempre e que dure muitos anos. =)
No domingo vi os Ídolos - c'mon, eu gosto dos cromos- como estava a ler umas coisas nem dei muita importância até que um menino começou a cantar "anda comigo ver os aviões" dos azeitonas, god fiquei apaixonada mas que letra! Eu conhecia a banda de nome mas nunca me dei ao trabalho de ouvir as músicas (verdade seja dita, não lhes dei crédito nenhum). Na 2f, o pouco que sabia da letra não me saía da cabeça, não parava de cantarolar  até que decidi investigar sobre os ditos senhores. 
E não é que eles são muito à frente? Todos os cd's são de download gratuito e estão disponíveis no blog deles porque segundo eles é um formato que querem apostar ou seja não ganham nada com a música que fazem, só mesmo pelos concertos. Quando li isto a minha alma ficou parva, gostam mesmo de música... As músicas são giríssimas e as letras muito engraçadas.
Sinto-me um pouco mal por não conhecer muita música portuguesa, conheço a velha guarda mas a nova escola não... Apesar de todos os defeitos do programa, acontecem coisas como esta e tornam-me mais culta à nível musical. Os Azeitonas ganharam mais uma fã! 
Ontem fui ao concerto do James Morrison -um dos meus cantores preferidos- e não tenho palavras descrever o concerto, foi qualquer coisa. OMG, foi AWESOME!
A Mia Rose abriu o concerto e até não é má de todo, tem uma bonita voz e uns aspectos a melhorar que com o tempo chega lá. Foi uma senhora pois cantou Bob Marley e John Mayer.
O Jaminho - nome fofinho que trato o senhor- como cantor até mete medo,que VOZ!!!! Opa a minha opinião não vale muito porque sou hiper mega fã e posso induzir-vos em erro (really?!). 
O senhor é giro, eu casava com ele só para que cantasse para mim every single day... Obrigada por cantares as minhas músicas preferidas. Nunca me desiludiu, já é o segundo concerto que vou e supera sempre as minhas expectativas. Estou tão contente que só me apetece gritar de alegria... Tenho que agradecer a minha prima pela belíssima prenda de Natal (eu ia de qualquer maneira mas assim teve um sabor especial).
Quando o Coliseu cantou em uníssono o "broke strings", "i wont let you go", "you give me something" e o "wonderful world"  o meu coração parou... FOI LINDO E MÁGICO. Espero que ele faça música e dê concertos sempre desta maneira e eu serei feliz sempre! 
O André Santos esteve lá, para além de ser um jogador do meu grande Sporting  ainda tem bom gosto! E é muito simpático.
Enfim, agora vou andar a sonhar sempre com o James e com o maravilhoso concerto que fui... ;)
Este tempo, este Verão antecipada mete nojo sim? Eu ainda não estou de férias ok? Como é que querem que eu estude com este tempo maravilhoso? BITCHES, e tenho dito. 


p.s. Agora na minha violet (aka iPod, sim eu dou nomes as minhas coisas) só tocará James Morrison e Os Azeitonas até arranjar outra coisa =D



I.

sábado, 17 de março de 2012

I LOVE LEGUMES

Eu sou um pouco esquisita com a comida - como diz a mamã, são os mimos - sou, sempre fui e hei-de ser.
Não como qualquer coisa, nem em qualquer lugar e sou muito obcecada com os cheiros dos alimentos -o irmão diz que eu sou a miss enjoada, maybe. 
Quando era pequena não gostava de comer, eu era sempre a última a sair da mesa, ficava tantas vezes sozinha até acabar a comida toda mas nunca comia. Lá tinham pena de mim e podia ir-me embora (sem sobremesa, nesse aspecto a minha avó e a minha mãe eram tramadas). 
O que eu acho mais engraçado (ou talvez irónico) é que muitas coisas que não gostava quando era pequena agora adoro, outras mantiveram-se e coisas que comia muito deixei de gostar ou como muito poucas vezes. Por exemplo não gosto de leite desde sempre, é daquelas recordações antigas que tenho. Sempre foi uma guerra para beber leite, apanhei tantas palmadas por causa disso, eu não bebia se me obrigassem vomitava até que desistiram.
Agora é raro beber e quando acontece é em condições especificas! NUNCA bebo leite quente, só o cheiro me faz vomitar e com algum sabor ou chocolate ou morango NUNCA NATURAL. Duas coisas que comia regularmente e agora é raro, o pão e o arroz. Enjoei mesmo, não consigo comer sempre. Não resisto a torradas mas só consigo comer quando está frio, ou seja, só há torradinhas no inverno - torradinhas com manteiga e mel *.* - e broa de milho amarelo do norte (até nisso sou esquisita! morninhas, ai jesus como tudo sozinha) as broas de Lisboa não são iguais.
Os legumes, antigamente comê-los nem pensar agora não consigo passar sem eles. Como não gosto muito de arroz - se conseguir comer uma colher de arroz toda é milagre- tive que arranjar um substituto escolhi os legumes (neste caso foram vários). Já não consigo passar sem eles, a minha mãe até fica parva ao ver-me comer bróculos, cenouras, couve-portuguesa (cortada bem fininha refogada com alho, cebola e azeite é AWESOME até faz-me crescer água na boca) e essas coisas todas. Eu casei-me com os legumes e vai ser uma casamento para toda a vida.
Ver-me a comer pode parecer muito estranho, por isso é que muita gente pensa que faço dietas. Não tenho tempo para isso, como de tudo mas... com algumas especificidades, a minha dieta alimentar dá para mil e um posts. Isto tudo porquê? Partilhei os meus gostos alimentares com os meus amigos da faculdade e eles ficaram um tanto chocados, serei assim tão esquisita?




I.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

"No hay que llorar que la vida es un carnaval y es más bello vivir cantando"

Gostava de ser rainha de bateria de uma escola de samba, juro que adorava! Fico fascinada com elas, estão com fatos lindíssimos (minúsculos mas lindos) que pesam um bocado, com saltos altíssimos e com o samba no pé que é uma coisa doida. 
Penso que ficaria um espanto (que convencida Iva!), aquele espírito que só o Carnaval carioca tem tão contagiante nem iam notar diferença mas juro que dançava como se o mundo fosse acabar e ia ser a rainha mais animada de sempre.
Para além das rainhas de bateria, gosto imenso do casal mestre-sala e porta-bandeira, acho que são qualquer coisa! Gosto gosto gosto e tenho dito. 
Um dia, irei passar o Carnaval no Rio e com sorte sou rainha de bateria (sonhar é tão bom!).


 Aqui ficam umas imagens:

  
Gracyanne Barbosa, rainha de bateria da Unidos da Tijuca vencedores de 2012

Sheron Menezes, rainha de bateria da Portela

 Viviane Araújo, rainha de bateria da Salgueiro

Raíssa, rainha de bateria da Beija-Flor

O meu fato preferido é o da Viviane Araújo, fiquei logo apaixonada é fabuloso.


I.

domingo, 8 de janeiro de 2012

Arte e afins!

Hoje, finalmente assisti a exposição A Natureza-Morta na Europa - Séculos XIX-XX (1840-1955) na Fundação Calouste Gulbenkian. Já andava a "namorar" há meses esta exposição, mas ou não havia tempo, companhia ou simplesmente o frio. E hoje proporcionou-se (fui ver no penúltimo dia mas ainda assim não foi bom porque perfeito, perfeito seria no último dia ), estava um belo dia e tive a melhor companhia possível.
Adoro obras de arte e tudo o que lhe esteja ligado. O facto de poder olhar para um quadro e contemplar a sua beleza é amasing, inexplicável e esta exposição foi PERFECT porque tinha quadros do meu pintor preferido de sempre, Monet e não só (Picasso, Dalí, Cézanne, Renoir, Van Gogh, Manet, Léger, Duchamp, Braque, Magritte e Matisse, Amadeo, e Vieira da Silva). Tinha quadros impressionistas -na minha opinião, um dos movimentos mais bonito da História da Arte- lindíssimos.
Ah! Ficamos amiga de uma senhora muito simpática que conhecemos na fila de espera.


Aqui estão os meus quadros preferidos:


Frédéric Bazille (1841-1870)
Flores, 1868
Óleo sobre tela, 130 x 97 cm
Musée de Grenoble. Doação da Família Teulon em 1940 [MG 2911]

Paul Cézanne (1839-1906)
Natureza-Morta com Maças, 1878
Óleo sobre tela, 19 x 26,7cm

Autorizado por Provost and Scholars of King's College, Cambridge (Keynes Collection), sob empréstimo ao Fitzwilliam Museum


Claude Monet (1840-1926)
Ramo de Girassóis, 1881
Óleo sobre tela, 101 x 81,3 cm

Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque. Legado de Mrs. H.O. Havemeyer, 1929


Henri Matisse (1869-1954)
Natureza-Morta, Ramo de Dálias e Livro Branco, 1923
Óleo sobre tela 50,2 x 61 cm
The Baltimore Museum of Art: The Cone Collection
[BMA 1950.249] Foto: Mitro Hood ©Succession H. Matisse /SPA 2011


Paul Gauguin (1848-1903)
Natureza-Morta com Leque, 1889
Óleo sobre tela,50 x 61 cm
Musée d'Orsay, Paris, cedência aos Museus Nacionais em aplicação do Tratado e Paz com o Japão, 1959 [1959-7] ©RMN (Musée)

 Édouard Manet (1832-1883)
Flores numa Jarra de Cristal, c. 1882
Óleo sobre tela, 32,7 x 24,5cm
National Gallery of Art, Washington DC, Alisa Mellon Bruce collection.
[1970.17.37] © Image courtesy National Gallery of Art, Washington

Maurice de Vlaminck (1876-1958)
Jarro Azul com Flores, c. 1906
óleo sobre tela, 81,5 x 45,7cm.
Madrid, Colecção Carmen Thyssen-Bornemisza, empréstimo ao Museo Thyssen-Bornemisza [CTB. 1997.9] © Coleccción Carmen


Pablo Picasso (1881-1973)
Jarro, Taça e Limão, 1907
Óleo s/ madeira, 63,5 x 49,5 cm [90.16] ©Fondation Beyeler, Riehen/Basel. Foto: Robert Bayer, Basel ©2012, Sucession Pablo Picasso, SPA (Portugal)

Salvador Dalí (1904-1988)
Telefone Afrodisíaco Branco, 1936
Técnica mista (telefone modificado), 20 x 30 x 15 cm
Museu Colecção Berardo Arte Moderna e Contemporânea, Lisboa. [UID 102-149]

Vincent van Gogh (1853-1890)
Ramos de Castanheiro em Flor, 1890
Óleo sobre tela, 73 x 92 cm
Foundation E.G. Bührle Collection, Zurique


Basicamente adorei do dia, obras de arte (MONET *.*), risos, caminhadas e muito cházinho à mistura.


I.