segunda-feira, 4 de abril de 2011

Teorias Positivistas

Bem, isto de ter um blog até não é mau de todo.
Hoje, pela primeira vez já sei o que escrever, tive a manhã inteira a pensar sobre este assunto, precisava de evadir-me do meu local de trabalho porque tanto idoso junto, frita o cérebro de qualquer um.
Recentemente tive uma conversa com um amigo e ele disse-me que aos poucos iria afastar-se das pessoas que tinham muitos problemas pois só trazem más energias. Muito sinceramente, eu achei parvo e ri-me mas depois comecei a pensar seriamente no assunto. Uma das minhas filosofias de vida (e é esta não é uma das utópicas) é a seguinte: pensamentos positivos atraem energias positivas e só quero ouvir coisas.
Nos últimos tempos face à conjuntura social e política as pessoas estão mais deprimidas e cheias de problemas e tem mais tendência a lamentar-se, querem um ombro amigo pois precisam desabafar e coisas assim eu até não sou má ouvinte, gosto sempre de apoiar os meus amigos e familiares.
Estou farta de ouvir as pessoas a lamentarem-se  ai a minha vida é tão má, porque que só a mim acontece estas coisas e blá blá blá. Sinto-me rodeada de energia negativa, acreditem ou não a energia negativa consome-nos com uma velocidade impressionante.
Entendo as pessoas mas algumas ou a sua maioria não fazem nada para mudar a situação, está mal vamos deixar andar (sim, porque a política do bom português  é deixar andar e fazer tudo à última da hora) e depois acham que ao lamentarem-se constantemente as coisas são resolvidas.
Penso que as pessoas deviam seguir um raciocínio muito simples, sempre que penso que a minha vida é má e estou cheia de problemas e as tretas do costume, digo para mim baixinho: eu até não vivo assim tão mal,  tenho um  lar, uma família disfuncional mas divertida, comida todos os dias e que dou-me o luxo de escolher e devia estar feliz por ter isso tudo porque há muita gente em piores situações que eu sem ter o que comer,  a viver com menos de um 1€ por dia mas conseguem ter o mais belo e sincero sorriso todos os dias. Depois de dizer isto fico sempre bem disposta, digamos que  é uma espécie de oração, não sou pessoa de lamentar se está mal vamos tentar resolver as coisas agora ficar parada é que não.
A minha professora de História Contemporânea disse uma vez na aula que os portugueses desde sempre estão habituados a viver na adversidade (o que é verdade!), deviam contornar a situação, deixar de lamentar e agir. Ter pensamentos positivos para quebrar essa onda negativa que anda por ai e por um sorriso na cara.
Esta citação  e esta música finalizam mesmo bem o meu pequenino texto e transmitem a ideia do mesmo.
"Sofrer edifica. Porque enfim o que nós sofremos nos leva a pensar no que os outros sofrem." de Eça de Queirós in A Ilustre Casa de Ramires